Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




and the winner is...

por sapoprincipe, em 23.10.06
outubro 23, 2006

"Homem voa?"

"Ser-me-ia impossível dizer com que idade construí os meus primeiros papagaios de papel. Lembro-me entretanto nitidamente das troças que faziam de mim os meus camaradas, quando brincavam de "passarinho-vôa".
(Alberto Santos Dumont em "Os meus balões")

 

O divertimento é muito conhecido. As crianças colocam-se em tôrno de uma mesa, e uma delas vai perguntando, em voz alta: "Pombo vôa?". . . "Galinha vôa?". . . "Urubú vôa?". . . "Abelha vôa?"... E assim sucessivamente. A cada chamada todos nós devíamos levantar o dedo e responder. Acontecia porém que de quando em quando gritavam: "Cachorro vôa?"... "Raposa vôa?"... ou algum disparate semelhante a fim de nos surpreender. Se algum levantasse o dedo tinha de pagar uma prenda.

 

E meus companheiros não deixavam de piscar o olho e sorrir maliciosamente cada vez que perguntavam: "Homem vôa?"... É que no mesmo instante eu erguia o meu dedo bem alto, e respondia: "Voa!" com entonação de certeza absoluta, e me recusava obstinadamente a pagar a prenda.
Quanto mais troçavam de mim mais feliz eu me sentia. Tinha a convicção de que um dia os trocistas estariam do meu lado.

 

Entre os milhares de cartas que me chegaram às mãos, no dia em que ganhei o prêmio Deutsch, uma houve que me causou particular emoção. Transcrevo-a a título de curiosidade:

"Você se lembra, meu caro Alberto, do tempo em que brincávamos juntos de “Passarinho vôa?" A recordação dessa época veio-me ao espírito no dia em que chegou ao Rio a notícia do seu triunfo. O homem vôa, meu caro! Você tinha razão em levantar o dedo, pois acaba de demonstrá-lo voando por cima da torre Eiffel. E tinha razão em não querer pagar a prenda. O Senhor Deutsch paga-a por você. Bravo! Você bem merece este prêmio de 100.000 francos. O velho jogo está em moda em nossa casa mais do que nunca; mas desde o 19 de Outubro de 1901 nós lhe trocamos o nome e modificamos a regra: chamamo-lo agora o jogo do "Homem vôa?" e aquele que não levantar o dedo à chamada, paga prenda.

Seu amigo

Pedro."

 

 

Esta carta me transporta aos dias mais felizes de minha vida, quando, à espera de melhores oportunidades, eu me exercitava construindo aeronaves de bambu, cujos propulsores eram acionados por tiras de borracha enroladas, ou fazendo efêmeros balões de papel de seda."


*****************************

 


Mas... "Banana voa?"


 Banana voa, by Matu Matu Produções

 

De coração, o meu agradecimento a todos que participaram e divulgaram o concurso.

 

Ao Gravatá, pela enorme gentileza com que, prontamente, se engajou na iniciativa e aceitou escolher os vencedores.

 

Ao Matusca que, atendendo ao pedido da Banana, criou mais uma de suas animações geniais.

 

E a todos que lutam pela preservação da memória de nossos talentos, aqueles ilustres brasileiros que às vezes são mais reconhecidos lá fora do que em nosso querido Brasil.


*****************************

 


Pra começar, o Hai Kai da Banana:

 

Voando com o 14bis
Petit Santôs
Abalou Paris!

 

*****************************

 



Parodiando Machado de Assis: Aos Vencedores, as Bananas!


1º lugar! Troféu Banana-Ouro! Prêmio: Relógio Dumont.

 

O avião de Santos risca o céu
Todos apontam o delicado sagre
Alguns dizem que é troféu
Eu digo que é milagre.

Sheila Leirner – QOC

*******

 


2º lugar! Troféu Banana-Prata! Prêmio: Livro Santos Dumont – nº 8.

TODOS OS SANTOS

Pássaro feito de bambu e seda
Leve-me de volta para Minas
Quero impressionar minha vó
Ou pousar no alto da catedral
Para o padre sair abençoando
Ou aterrisar em campo aberto
Bem ao lado de uma mangueira
Para sentir o gosto do Brasil

Pássaro feito de bambu e seda...

Betão – Almanaque


*******

 


3º lugar! Troféu Banana-Bis! Prêmio: Caixa com 14bis, Lacta. :)))

 

Um juizforano criou
Um mineiro voou
Um brasileiro honrou
Um povo se orgulhou
O mundo se curvou
Dumont, o avião inventou!
Se alguém discordou?
Uma banana ganhou

Edson K - Penso, logo hesito


*******

 


Menção Honrosa! Troféu Banana-Real – Prêmio Especial Banana&Etc


Alberto Santos Dumont

 

Sonhava nas nuvens voar
O bravo menino mineiro:
"Haverá de chegar o dia
Em que serei o primeiro"

 

Algum dinheiro ele tinha.
E inteligência também.
Deixou pra trás as montanhas
Foi sonhar mais além.

 

E o glorioso dia chegou
Voou no 14-Bis.
O que não fez por aqui
Fez nos céus de Paris...

Adelino – Leitor do blog há 3 anos

 

Por sugestão do Gravatá, criamos a Menção Honrosa em virtude da criatividade do Adelino. Segundo nosso Mestre, ele poderia até ter vencido não fosse o limite de 8 versos para poesia.


*******

 


Categoria imagem! Troféu Banana-da-Terra! Prêmio Especial Banana&Etc


 Banana Brasil
Montagem através de imagem Worth 1000

Bion - Roncinante


*****************************

 


E nunca se esqueçam, "Catapultada, até Banana Voa!"

 

 

Viva Santos=Dumont! Pai da Aviação! Flight Pioneer! Pionnier de l'aviation!

 

 

Salve o Centenário do vôo com 14bis! (1906-2006)




 Vôo com 14 bis - Paris 1906






Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:27


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Mani Adaia a 23.10.2006 às 19:17

Ah, merecias um premio Claudinho...
E cadê o meu?!
Sem imagem de perfil

De Helga a 24.11.2006 às 18:24

Também acho que vc merecia um prêmio.....
Ainda bem que não deu tempo de enviar minha contribuição, e olha que a Aninha me escreveu dizendo que se eu quisesse tentar ela faria uma forcinha, mas olhando o nível dos trabalhos vencedores....... eu ia comer a poeira do 14 Bis ao levantar vôo.
Fica pra próxima.
Abraços,

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D