Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Edição

por sapoprincipe, em 30.08.05

De: FAL
Para: TODOS
Queridos, segue o convite.
Beijos,
Fal

fal_convite

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:30

Londres

por sapoprincipe, em 25.08.05
Para: Jean
De: Carioca

Bem sei que não deve ser agradável receber, assim, tantos tiros. E não
dá para deixar por isso mesmo. É necessário esclarecer tudo.
Mas convenhamos, não precisa tanto carnaval (caras pintadas no enterro
eu achei um pouco demais).
Como disse o jornalista inglês Jonathan Foreman (Daily Mail), ainda
bem que foi lá. Agora teremos que segurar o rabo e concordar
contrafeito. Afinal, se fosse no Rio, nem sei se valeria uma manchete.
Só este ano a polícia daqui já matou 501 (oficialmente). E, supostamente, nem estamos em sinal de alerta por conta de guerra ou atentado terrorista.
Os jornais de ontem davam destaque para uma grande operação que prendeu 20 bandidos (entre eles 5 policiais, por isso bandidos piores). Mas foi um trabalho de investigação da polícia? Não. Só chegaram lá por conta de uma Senhora (essa merece maiúscula. E, diga-se de passagem, de 80 anos. É, oitenta anos), que comprou uma câmera (no crediário) e filmou por dois anos as atividades dos bandidos.
Pode ser que demore, mas é bem provável que você possa ver alguma
justiça. Já aqui...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:00

Decor

por sapoprincipe, em 22.08.05
Para: Mauro
De: Amigo

decor-festa

Plagiando o comercial eu poderia dizer:
Papel crepom: 3 reau
Cartolinas: 8 reau
Fita adesiva: 5 reau
Criatividade: alguns reais
Amizade: não tem preço
Eheheheh
Nem acho que você tenha gostado muito, mas...
Mais uma vez plagiando, poderia dizer como Callas – "Nunca será tão bom
como em minha cabeça".
Mas se algum convidado disse que estava horrível, foi despeito...rs.
Contudo, o carinho foi grande.
Parabéns!!!

Amigo

NB – não estranhe, eu tenho o hábito esquisito de gostar de festas de aniversário.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:45

Imigração

por sapoprincipe, em 19.08.05
camara_porto

De: Ex-imigrante
Para: Portugueses

Se eu não tivesse voltado há 5 meses, hoje faria 8 anos da minha chegada ao Porto.
O tempo passa rápido, deixa marca e saudades.
Foi bom andar de autocarro, pegar a camioneta, ir de comboio.
Usar telemóvel e ouvir um com licença na hora de desligarem.
Ver o pôr-do-sol na foz, tomar um sumo no bar da praia do Ourigo, ir a Boavista, assistir filmes nos cinemas (20!!! Vinte!!!) do arrábida, ou os filmes alternativos (franceses, asiáticos...) no Naum, os espetáculos no Coliseu (assisti mais shows de artistas brasileiros lá do que aqui), os balés fantásticos que vi no Rivoli, beber um copo na Ribeira.
Ouvir Paixão do Rui Veloso (“não se ama alguém que não ouve a mesma
canção”), cantar com Solta-se o Beijo (Ala dos Namorados), ver a saudade brotar com Postal dos Correios, adorar Os Clãs (não é, Paulinha?), a voz rouca do Abrunhosa, Dunas (GNR), o jazz de Maria João e Laginha, rir com a Adiafa, admirar Simone de Oliveira (a poesia de Ary dos Santos é excelente) e fazer silêncio para ouvir o fado (confesso, não gosto muito, mas Cheira a Lisboa é ótimo).
Ler o JN e o Público, assistir pouca tv para não ficar vendo novelas brasileiras (mas era bom ver Catarina Furtado na Operação Triunfo).
Jantar com um bom maduro tinto, comer arroz de pato, e natas do céu como sobremesa (o primeiro doce português que comi).
Assistir aos fogos em frente à Câmara do Porto (edifício lindo), os martelinhos no São João, a eterna disputa entre tripeiros e alfacinhas (e eu gostava muito de Lisboa, também).
Ter ido sem conhecer ninguém (a não ser o português que estava me contratando) e saber que fiz amigos é muito bom. Tantos brasileiros (paulista, gaúcho, capixaba, mato-grossense, pernambucano...) e bons portugueses e portuguesas (do garoto da bicicleta à doce Gena).
Achar graça da admiração que eles têm pelo nosso sotaque (bastava eu dizer boa noite e vinha logo um: És brasileiro?). Lamentar a minha incompetência de usar a segunda pessoa, também, quem manda eles terem o você como tratamento formal?
As brigas com o idioma.
A burocracia do seviços de estrangeiros.
Odiava o brasuca (portuga, também, eu não acho nem um pouco simpático) e, principalmente, quando queriam que eu comparasse Portugal e Brasil.
Odiava, também, os intermináveis dias nublados de inverno. E agora que eu começava a me acostumar (não gostar, sff), a saudade falou mais alto e o incêndio, que fez desmoronar a empresa e meu trabalho, aceleraram a volta.
Afinal, aí não tem pastel de queijo e caldo de cana. Eu tinha que voltar.
Mas posso dizer que "GOSTEI IMENSO" (ainda verei os cariocas usarem
esta expressão).

Abraços brasileiros,

Imigrante

NB – Tá, eu não falei de Lisboa, a lista de músicos falta nomes, não comentei da noite, não falei no Café da Praça, da rua de Santa Catarina...são muitas coisas. Vai ter que ficar para uma próxima.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:20

Ida

por sapoprincipe, em 17.08.05

Para: Rose
De: Cláudio


Eu não sou o que ia.
Eu sou aquele que irá.
eheheheh


NB- Meu Luiz é com Z. Meu Luiz é com Z.Meu Luiz é com Z.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00

Livro

por sapoprincipe, em 17.08.05

Para: Mothens
De: Leitor


Ju-Laura

Ju e Laura,
bem sei que cairei num lugar comum, mas não consegui me convencer a não escrever.
Adorei o livro. Vocês são realmente ótimas.
Agora é torcer para que vocês decidam escrever outros manuais. Depois, desistam dos manuais e decidam apenas escrever. A escrita de vocês é agradável de ler (seja sobre que assunto for).
O público alvo (do livro) pode ter sido as mães ( e “modern”), mas devorei o livro com prazer. Acho que as leitoras mulheres e mães devem ter agradecido às dicas.
A sugestão para os arquitetos é ótima. Quando tiver chance de fazer um projeto para uma pousada, incluirei a idéia. E convido vocês para a abertura.
Fiquei com uma dúvida, o que é E. R.? (não ver tv dá nisso.) E preciso que me contem uma piada sobre o mau humor das crianças. Vá que eu visite uma amiga e precise contar uma para amenizar o clima, seguindo a sugestão de vocês, não sei nenhuma.
Abraços escritos,
Leitor

NB - photo by Helê - Duas Fridas - Costa

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:17

Palavras

por sapoprincipe, em 12.08.05
De: Revisor
Para: Escritor
Eu não gosto de palavras grandes. Tudo. Sempre. Nada. Nunca. São palavras que abrigam ou excluem coisas demais. É preciso ser mais sensato e dizer parte, por algum tempo, alguma coisa, talvez...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:20

Cinema

por sapoprincipe, em 09.08.05

cartaz 
De: Cinéfilo
Para: Egídio

Confesso que já fui ao blog tentando ver se você tinha escrito alguma coisa sobre. Não encontrei. Mas acho que o melhor seria ir ao cinema com você.
Já foi assistir Inconscientes? Se não, vá.
Eu achei ótimo. Dos atores ao tema, dos diálogos ao estilo. Esse jeito de falar de coisas sérias de forma leve, é fantástico. A aproximação com o cinema mudo, também, é bom.
As citações são divinas.
Gostei de ouvir a personagem Alma (Leonor Watling) responder à critica do cunhado (Salvador / Luís Tosar) que terrível é a guerra e a fome, a homossexualidade é apenas um traço da personalidade humana.
Depois volto ao blog para ver se você viu o filme. Bem sei que irei encontrar um belo texto, independente do filme.

Abraços cinematográficos,

Cinéfilo

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:00

cpmi do DROPS

por sapoprincipe, em 03.08.05

Para: Fal
De: Cláudio


Fal, seu relato do depoimento do "zé" está hilário. Seu humor é genial.
Também fiquei admirado com a sua agilidade, a não ser que você esteja mentindo e tenha três secretárias (cuidado com as agendas) lhe auxiliando. Pois vc estava vendo o depoimento pela tv, conversando com vários pessoas pelo msn (penso eu) e postando no blog. É muita coisa!!! Acho que vou aí dar-lhe uma esfregadinha para ver se passa por osmose, ou torcer para ser contagioso. eheheheheh
Abraços múltiplos,


CL

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:31

Arte de Portas Abertas

por sapoprincipe, em 01.08.05

Mulheres


Para: Henrique
De: Cláudio Luiz


Henrique, encontrá-lo no circuito "off" do Arte de Portas Abertas foi ótimo.
Adorei o evento. Lembrou-me as aberturas das exposições na Miguel Bombarda no Porto (Portugal). Lá, todas as galerias de arte da rua, que eram muitas (apenas duas ou três, que participavam do evento, não eram na rua, mas eram próximas) abriam suas exposições num mesmo dia, sempre num sábado à tarde. Muito fixe ("fiche" como dizem eles).
Em Santa Teresa, também, foi muito legal. Embora com ar mais despojado, visto ser os ateliês dos artistas a estarem abertos.
Não consegui visitar todos, mas achei fantástico o trabalho da Sandra Portto e a pintura da Ana Maria Moura, de quem comprei três postais (meu bolso nãopermitiu comprar os originais).
A desorganização do trânsito gera tumulto (será que devemos sempre nos justificarmos dizendo "Coisa de brasileiro?"). Isso das pessoas estacionarem os carros em qualquer lugar é o fim. Quando são os ditos os ditos moderninhos então...Não concebo modernidade sem educação e educação sem considerar o todo.
Lamentei saber que o evento só acontecerá esta vez este ano, quando deveria acontecer quadrimestralmente. É uma chance dos artístas exporem e venderem os seus trabalhos. Contudo, não posso imaginar que seja fácil e barato organizar o evento. Acontecer uma vez por ano (já está na 15ª edição) já é um luxo.
João Henrique, espero vê-lo de novo no próximo Arte de Portas Abertas. Tomara o Chave Mestra lhe convide para o circuito oficial.
Abraços artísticos,
Cláudio Luiz

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00


Mais sobre mim

foto do autor


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D