Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




novelas

por sapoprincipe, em 28.07.06
De: Telespectador
Para: Novelista
 
Assim não dá!
 
Se a “grobo” é considerada a excelência em novelas, não quero nem considerar os outros canais.
 
Malhação é a repetição. Ah, claro! Afinal, é malhação... um dois... um dois...
 
Na novela das seis, a licença poética é tanta que só falta mascarem chicletes. Não demora os escravos irão propor um baile funk.
 
Cobras e lagartos é a tentativa de cópia mal feita de Almodóvar, em alguns núcleos. Afinal, a história de uma drag queen que tem filhos eu já vi no cinema.
 
E, graças a Deus, da novela das oito não assisti capítulo algum. Só ouvi comentários sobre o Côncavo e o Convexo. Agora o “rei” pode mesmo dizer que é um consolo.
 
Abraços em capítulos,

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:20

Livro emprestado

por sapoprincipe, em 05.07.06

livro
photo by Cláudio Luiz

Para: Fal
De: Leitor

 

Fal, bem sei que você merece muito. Mais do que muito. Mais do que tudo. Gostaria de lhe presentear, mas no momento não posso fazer mais do que lhe dar a dica.

Uma amiga me emprestou um livro que me fez lembrar de você.

Como o livro fala do amor aos livros, já tive um motivo. Como uma das personagens é dona de um sebo: outro motivo. Quando li, na quarta capa, que a história se passava em Barcelona, foi tiro e queda.

Ainda nem tive tempo de ler o livro todo, mas já nas páginas iniciais...

"Acompanhamos o vigia através daquele corredor palaciano e chegamos a uma grande sala circular, onde uma autêntica basílica de trevas jazia sob uma cúpula esfaqueada por focos de luz que desciam desde o alto. Um labirinto de corredores e estantes repletas de livros se erguia da base até a cúspide, desenhando uma colméia em cuja trama viam-se túneis, escadas, plataformas e pontes que deixavam adivinhar uma biblioteca gigantesca, de geometria impossível. Olhei para meu pai, boquiaberto. Ele me sorriu, piscando o olho.

- Daniel, bem-vindo ao Cemitério dos Livros Esquecidos.

... Cada livro, cada volume que você vê, tem alma. A alma de quem o escreveu, e a alma dos que o leram, que viveram e sonharam com ele. Cada vez que um livro troca de mãos, cada vez que alguém passa os olhos por suas páginas, seu espírito cresce e a pessoa se fortalece."

... achei que deveria lhe falar de A Sombra do Vento, de Carlos Ruiz Zafón.

Espero gostar da leitura. Ler a introdução já me agradou muito.

 

Abraços literários,

 

Leitor

 

NB – não sei como está no original, mas achei o máximo a tradutora Márcia Ribas usar, logo no primeiro capítulo, a palavra "esdrúxula" – que significa ao esquisito, extravagante, mas que eu acho ótima.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 20:00

Recorde

por sapoprincipe, em 01.07.06

Para: parreira

De: Brasileiro

 

Sou brasileiro, não exatamente torcedor. Embora ser brasileiro já é ser um pouco torcedor.

O blog andou parado não pela Copa, mas tenho que confessar que vi os jogos. Por isso não entendi falarem de surpresa. Quem viu os jogos só podia esperar por isso. Estar surpreso é querer bater o recorde da esperança.

O senhor declarou, numa entrevista, que quando o time ganha dizem que os jogadores foram bons e quando perde, a culpa é do técnico. O senhor quis dizer o quê? Que a culpa é minha? Como não é jogo bonito - e sim gols - que ganha o jogo, esta, também, é uma regra do futebol: a culpa é do técnico (quando não é do juiz). E, cá pra nós, quando se tem bons jogadores e um BOM técnico, ganha-se o jogo por fazer gols e necessariamente por jogar-se bonito.

Mas não podemos reclamar, conquistamos recordes.

Ronaldo é o artilheiro recordista das Copas.

Lúcio é o recordista da falta de faltas.

E o seu recorde, parreira? É de burrice, incompetência ou teimosia?

 

Abraços recordistas,

 

Brasileiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:00


Mais sobre mim

foto do autor


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D