Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




arte de viver

por sapoprincipe, em 25.03.09

Na semana que passou, andei assistindo o clone indiano (caminho da roça pra Fal). O colorido é ótimo, mas só isso não basta.

Estando mergulhado no noticiário da crise, fiquei me perguntando como uma TV que, segundo consta, não anda tão bem pode se propor a produzir uma novela com tantos custos. Cenários – Figurinos – Figurantes, tudo em excesso. Não sei se o governo indiano está patrocinando ou dando uma ajudinha (algumas centenas – devia dizer milhares – de saris já seria uma ajuda), porque senão... haja verba! Haja propaganda!

E com a chatice de os personagens terem que ficar explicando os costumes é f...

Embora a personagem do pitboi possa vir a ser bastante instrutiva, chego a duvidar quando leio que alguns pais escreveram para a autora reclamando. Devem ser parentes próximos dos pais da personagem (a atriz que faz a mãe é ótima).

Lendo a reportagem sobre a herança da dona das escolas do Leblon, só consegui pensar neste núcleo da novela.

Abre parênteses – a história da herança é caricata. Apesar de alguns avanços legais, tudo depende do juiz que está julgando e do montante envolvido. Apesar de a dona ter umA companheirA por toda uma vida, quando ela pleiteou que a herança fosse dividida como preconiza a lei (no casamento, 50% é do parceiro, se entendi bem), o juiz diz que essas uniões ainda não são reconhecidas no Brasil. Pois... eu queria saber quantos familiares a ajudaram a construir o patrimônio que agora tantos querem ter direito.

Nos tais colégios estudava um ex-global e irmãos. O irmão mais velho, com 3 amigos vestidos de ninjas (se foi assim mesmo como descreveu a reportagem, devem ter passado completamente desapercebidos pela rua), foram para o colégio no intuito de roubarem as provas finais. O irmão mais velho pula a janela, entra na sala da direção, rouba as provas e quando volta para encontrar os amigos que o aguardava, encontra-os com a diretora e policiais. Todos para a delegacia, é claro.

A diretora só se prontificou a falar com os alunos no dia seguinte. Decisão: expulsão da escola. Ao que pai-ator, inconformado, escreve cartas para os jornais reclamando de atitude tão dura com o pobre filho muito comportado. Atitude da diretora: juntar os irmãos na expulsão. Com as crianças, pode até não ter sido muito justa (estou me referindo só aos irmãos), mas com o pai... sem sombra de dúvida foi.

Vendo agora o ex-global envolvido em processo por ter batido na namorada e na secretária (assistente?) dela, não é de se estranhar. Ao que consta, a mãe dele acha um absurdo estarem processando o filhinho que é tão bonzinho...

ARTE – VIDA: quem imita quem?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:00


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Ana Paula a 25.03.2009 às 14:54

Eu acho tudo um absurdo. Não reconhecerem as uniões homossexuais em pé de igualdade jurídica é absurdo, a mãe do ator dizer que ele é um menininho comportado. Ora, vão lamber sabão todos esses.
Pronto, eu também me sinto p da vida.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D