Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




vantagens da genialidade

por sapoprincipe, em 30.03.09

 

by Cláudio Luiz

 

 

No final de semana, fui passear com umas amigas. A paulista que estava de visita queria ir a Niterói (desculpa para andar de barca, não é Tati?). Aproveitando – visita ao MAC.

Na subida da rampa, pude ouvir um grupo em conversa (feio, né? Mas melhor do que ser surdo). O senhor dizia, apontando para a coluna, que havia perguntado ao professor porque um acabamento tão ruim (pra quem só viu de longe não imagina o que é aquilo). Ao que o professor respondeu - e neste ponto houve um lapso da minha parte, e não sei se é a opinião do professor ou a “defesa” do arquiteto - que aquilo é pra demonstrar que a genialidade da obra não está nesses detalhes.

A única forma de tirar esta dúvida é perguntar para a mais nova poderosa blogueira da área. A ótima arq. Ana Paula.

Ana, você se habilita?

 

NB – pelo menos já sei o que dizer quando algum cliente vier reclamar comigo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:00


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Ana Paula a 30.03.2009 às 20:48

Me botando na fogueira, né?
Eu vou pensar no seu caso (enquanto ganho tempo pra pensar em que dizer!)
Sem imagem de perfil

De Priscila Andrade a 01.04.2009 às 16:54

Que resposta brasileira! Uau! Quanta criatividade do cidadão!

Mas é mesmo uma pena aquele "acabamento" tão tosco...
Sem imagem de perfil

De Elir Ferrari a 05.04.2009 às 23:39

A resposta foi realmente a de brasileiro vislumbrado sem opinião própria (vamos recuperar o aluno que fez a pergunta!!). Me lembrei de Joãozinho Trinta... as fantasias lindíssimas (porque de longe) e o acabamento péssimo (porque de perto). Olhar o acabamento do MAC de perto parece olhar um trabalho porco... A mesma sensação eu tive do MASP pelo lado de fora, aquelas escadas, aqueles elevadores desconfortáveis (squeceram que os visitantes vão lá para de ver o belo). O arquiteto é outro, mas parecem formados na mesma escola.
Sem imagem de perfil

De Elir Ferrari a 06.04.2009 às 02:30

A resposta foi realmente a de brasileiro vislumbrado sem opinião própria (vamos recuperar o aluno que fez a pergunta!!). Me lembrei de Joãozinho Trinta... as fantasias lindíssimas (porque de longe) e o acabamento péssimo (porque de perto). Olhar o acabamento do MAC de perto parece olhar um trabalho porco... A mesma sensação eu tive do MASP pelo lado de fora, aquelas escadas, aqueles elevadores desconfortáveis (esqueceram que os visitantes vão lá para de ver o belo). O arquiteto é outro, mas parecem formados na mesma escola.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D