Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




correspondência [quase] secreta

por sapoprincipe, em 23.10.09

Falo do livro A sociedade literária e a torta de casca de batata,

será que alguém irá considerar que é spoiler?

 

by Cláudio Luiz

 

 

Minha adorável Fal,

 

Não podia deixar de lhe escrever para agradecer os momentos agradáveis que passei na companhia de Juliet, Sidney, Dawsey, Eli, Isola e todos os outros. Até mesmo do insolente Mark.

O livro é adorável. Gostei imenso.

Elas conseguem nos mostrar o terror da guerra, mas nos segurando no colo para não ficarmos muito abalados.

Você sabe, eu adoro cartas. Lembro-me com saudades do tempo que fazia uso mais freqüente desse meio de comunicação.

Apesar de já ter terminado a leitura, ainda tenho dúvida se elas trouxeram o passado para o presente ou levaram o presente para os tempos da guerra.

Pois, convenhamos, Fal, A sociedade literária e a torta de casca de batata é uma comunidade do orkut, não? Até por conta do nome estranho, típico do orkut. E as cartas que chegavam numa rapidez enorme? Ainda mais considerando os tempos pós-guerra.  Podiam ser emails. Depois, aquela troca adorável de mensagem entre Juliet e Mark eram torpedos ou ela se encantou com o Twitter?

Lembro-me bem, quando ela o conheceu. Eu havia acabado de ler a sua crônica - Ercília - no ig (diga-se de passagem, crônicas sempre ótimas). E só conseguia pensar: Juliet não percebeu que a luzinha acendeu. Juliet ignorou que a luzinha acendeu. Juliet não ponderou... quanta aflição. Principalmente, por que eu já estava torcendo pelo Dawsey.

Mais a frente teve a carta “De alguém que gosta de animais para Juliet” (datada Noite de quarta-feira) e eu me perguntei: Porque Marina W não assinou o e-mail?

Considerando que Juliet é uma escritora encantadora, ela poderia ser você. Mas, Elizabeth é tão forte, tão agregadora, tão admirável... que já nem sei. Neste caso o Alexandre seria o alemão – “Ele era exatamente como você imagina que seja um alemão: alto, louro, de olhos azuis... só que ele podia sentir dor.” Isso não é a descrição exata de um príncipe encantado que é real? E Alexandre era um príncipe. Acho eu.

E as duas autoras? Ora, são as Duas Fridas, of claro. Sendo uma tia e uma sobrinha, complica. Visto Frida Monix e Frida Helê serem de idades próximas, então, não me peça para dizer qual é qual.

A única coisa que eu posso dizer, com certeza, é que o livro é ótimo. A leitura agradável. E você uma amiga adorável.

Obrigado pelo presente.

 

Do sempre seu,

 

Cláudio Luiz

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:20



Mais sobre mim

foto do autor


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D