Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



caligrafia

por sapoprincipe, em 16.05.17

"Cuidado com o que desejas, pois seu desejo pode ser realizado", dizem alguns.
A inveja é uma m..., dizem também. Eu completaria, cuidado com o que "Envejas", pode dar um trabalhão. rs
Explico.
A talentosa Tati Barreto postou no feissy um dos seus exercícios da aula de caligrafia. Lógico, que eu tinha que comentar. Já pensei/falei várias vezes que gostaria de fazer aulas de caligrafia. Motivado pela postagem dela, mais uma vez procurei por cursos aqui no Rio. Nada. Ou quase. Achei um site oferecendo, deixei lá meu contato. Aguardo. Sentado.
Todavia, como o youtube é um poço sem fundo de tutorais... assisti alguns vídeos. Anotei umas coisas. E já estava partindo pra papelaria pra comprar folhas de caligrafia, quando, cautelosamente, parei e pensei: melhor usar um destes cadernos que estão aí sem finalidade do que gastar mais dinheiro. Peguei o de folhas quadriculadas e... depois de preencher várias folhas, percebo que ainda falta muito... muito trabalho pela frente. Putz.
A Enveja é mesmo uma... trabalheira. rs

170516_cali.png

NB - a listinha de compras foi só pq ela tb postou uma.

NB² - preciso ainda definir qual será a <minha> caligrafia.
ainda estou nos teinos. se é que vou continuar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:44

paralelos

por sapoprincipe, em 29.04.17

I will survive [e vou dar a] Volta Por cima

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:03

ceia

por sapoprincipe, em 14.04.17

170417_by Chuando e Frey.jpg

Tom Barker by Chuando & Frey for FY! Magazine

marinheiro é peixe, não?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:27

a cor - no - som

por sapoprincipe, em 13.02.17

Fui assistir à maravilhosa As Bahias e a Cozinha Mineira no Circo Voador.
Não pude deixar de fazer ligação com uma das músicas que mais gosto quando ouvi
Uma Canção pra Você

  • A jaqueta amarela
    Sobre a cama
    Você sabe qual é! (Assussena Assussena).
  • Encontrei o meu pedaço na avenida
    De camisa amarela
    (Ary Barroso. Dá-lhe Gal com uma das minhas músicas preferidas)
  • Minha pedra é ametista / Minha cor, o amarelo (João Bosco).
  • O mar é verde, mas - Yellow Submarine (Lennon/McCartney).
  • O biquíni tem bolinha amarelinha (Paul Vance/Lee Pockriss - Versão: Hervê Cordovil).
  • E o camaro...

Amarelo parece ser a cor preferida em todo o "espectro" musical.

NB - dedico este post as minhas amigas Helê e Beth S,
que adoram música.
Mas não sei qual a cor preferida delas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:01

quase uma imagem

por sapoprincipe, em 25.01.17

Vou pra rua e bebo a tempestade
Vou pra rua e bebo a tempestade
Vou pra rua e bebo a tempestade...
Cheguei em casa e não fui caminhar por que o sol ainda estava alto. Na hora de costume de sair, raios e trovões. Ia desistir. Depois pensei: ficar em casa não vai adiantar pq terei que desligar o computador (oscilações de energia) e estou mesmo - precisando - de um banho de chuva. Calcei o tênis e fui. Na outra rua as pessoas já começavam a correr para fugir da chuva e eu lá indo ao encontro dela. Começou a engrossar. Desço na passagem subterrânea - quase lotada de gente se escondendo - e saio do outro lado a tempo de ver um grande relâmpago. Trovão. Mais um pouco, outro relâmpago. Mas dessa vez, sem trovão.
Caminhava de braços abertos e mãos espalmadas para apreciar a chuva, mas no finalzinho da praia de botafogo já era chuvinha. Naquele trecho entre botofago e flamengo poucos pingos. Cheguei no flamengo já quase sem chuva. Andei mais um pouco e parou mesmo. Putz.
Fui até o meu primeiro ponto de retorno e voltei. Quase chegando em botafogo, de novo pingos de chuva. Dava até para sentir o ploc da gota na pele, mas molhar mesmo... nem. A camisa estava mais molhada mesmo era de suor.
Quase chegando na passagem subterrânea uma imagem digna de fotos, mas como era pra pegar chuva não trouxe o celular. "Céu SP", um rasgo de céu azul atrás do pão de açúcar que tinha só a pedra alta iluminada pelo sol e no cantinho um arco... ops, a ponta de um arco-íris. Lindo. Muito Lindo.
Depois da passagem subterrânea, o arco se mostrou inteiro. Mas, não passei debaixo nem encontrei a ponta. Então, não achei pote de outro e nem virei mulher, se acalmem. rs
Não tomei o banho que queria, mas foi... bonito. Só será bom quando acontecer o banho.
Então, no momento esqueço Chico Buarque e apelo pra Vanessa da Mata:
do que a gente precisa, é tomar um banho de chuva,
um banho de chuva.. Ai, ai, ai... Ai, ai, ai...

NB - 359 palavras / 1558 caracteres.
Da próxima é melhor levar o celular e tirar uma foto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:26

padroeiro

por sapoprincipe, em 20.01.17

tião

170120_san-sebastian.jpg

Antonio Garcia [2014]
Gianluca Caplado [1985]

Guido Reni [1616]
Pietro Perugino [1510]

170120_oxossi.jpg

Shico

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:20

natais

por sapoprincipe, em 15.12.16

161215_barra.png

Achei anotado aqui este diálogo e não sei se foi de um livro, um filme ou uma série.
"- Pensei que você odiasse o natal.
 - Não. Só odeio você."

Aí, pensei em umas variações.

- Pensei que você odiasse o natal.
- Odeio. E também você.

ou

- Pensei que você odiasse o natal.
- Odeio. Mas amo você.

ou

- Pensei que você odiasse o natal.
- Adoro natal e adoro você.

Qual você acha que seria o nosso diálogo?
hohoho

NB - Up date por imposição [rs] da Jaci. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:00

natais

por sapoprincipe, em 08.12.16

161208_barra.png

Cena
Saber rir de si mesmo é uma excelente estratégia.
Se eu não tivesse postado a brincadeira com a minha foto, talvez, não encarasse tão bem a cena de ontem.
Dentro do ônibus, na lapa. Na calçada um bando de adolescentes. Nenhum com menos de 17/18 anos. Se sozinho já não são fáceis, imagina em bando?
Um vira e grita: Ó, o papai-noel.
Penso: tô fudido.
Papai-noel. Papai-noel. Papai-noel. Papai-noel. Papai-noel. Cada um gritava a seu tempo.
Estava quase colocando a cara na janela e falando: já enviaram cartinha? Se não se comportarem, não ganham presente. Quando o que estava na ponta vira-se, grita - Papaaaai-noeeeeel - e joga um beijo.
O ônibus anda.
Fim

NB - Decididamente a adolescência atualmente vai até aos 30,
porque até aos 20 ainda se é criança e acredita-se em papai-noel. rs

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:34

olhar

por sapoprincipe, em 06.12.16

Com a bobagem que circulou esses dias aí pelo feissy - tem criança na janela / não tem criança na janela - Linha chacrinha - cópia da polêmica foto do vestido azul e preto ou branco e dourado - agora, faço o mesmo e pergunto:
Você vê um monte de azulejos mal colocados ou um arquiteto em fúria que não gostou do trabalho do azulejista ou uma obra de arte? rs

161206_by_Graziano Locatelli.jpg

by Graziano Locatelli

Nem sou um fã especial do trabalho dele (nem da Adriana Varelão), mas esta peça em particular gostei muito. Em Especial para Martha, minha professora de arte moderna/contemporânea e a artista Cláudia Tebyriçá.

Placas de telhas, cimento, cola e metal: Estas são as ferramentas de Graziano Locatelli.
Familiar para a maioria das pessoas, esses elementos estão muitas vezes em lugares de conforto,
como o banheiro ou a cozinha, e suas imagens de ruptura e de emergência evocam o surreal
e sensações de desconforto. Locatelli o batizou de “O tema da ruptura que me encanta”.
- Estação Cultural

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:09

morar menos

por sapoprincipe, em 30.11.16

Semana passada foi o dia de ir ao "morar mais por menos" que, como o casa cor, quase perco, pois já eram os últimos dias.

Há tempos tenho a sensação que é um espaço para os que não conseguem entrar no casa cor. Pena. Com uma boa curadoria o evento poderia ser bem mais atrativo.
Lógico que a badalação sobre alguns espaços e acabamentos só se justificam pelo inusitado. Criatividade é sempre bom. Mas daí a achar que é por menos... me lembro da parede com forração com filtros de café e com páginas de dicionários. A segunda opção me pareceu bem mais interessante, mas só sairá mais barato se for vc mesmo a fazer, pq contratar um profissional não sairá baratinho. É um trabalho lento e chato de ser feito (para ficar bem feito - claro). Vc em casa com ajuda de algum amigo... baratinho.
Este ano teve os móveis e a cabeceira da cama em papelão - no espaço do De Sender (que participa tb do casa cor todo ano). Idéia aproveitável? Para um casal jovel como era proposto, pode ser. Para um quarto de adolescente, melhor aí. Mas a cabeceria só ficará legal com um belo desenho de linhas e com um decente corte a laser (baratinho?). Alguém muito habilidoso poderá fazer um bom corte? sim. Ficará ótimo na república de um estudante de artes ou design. rs

Como já ouvi numa palestra de um participante da mostra que ele não liga para o conceito e que faz tudo do jeito que ele quer, o evento deste ano deixa claro que ele não é o único.
Como profissional da área gosto de ir sempre, este ano pra mim valeu muito a pena, não pela mostra em si, mas pelas palestras sobre construções com madeira que achei sensacionais. Acho inclusive que seria uma arquitetura que teria mais a ver com o pais, no lugar desses caixotinhos espelhados espalhados pela cidade.
Lá, como no casa cor, tinha um rinoceronte para me lembrar da Fal. Nesta questão de postagens antenadas com o mundo, lembro sempre do "Duas Fridas". Não foram o estopim, mas antes de virar modinha elas já estavam lá com o blog. E Frida decididamente virou pop. Depois, Helê começou com suas postagens de imagens de corações com desenhos naturalistas quando a febre começava a subir. Tatuagens, grafites, t'shirt e até peça de decoração como a exposta no casa cor (sem contar que até eu me rendi com o - D'aprés Helê ;c).
Agora, serão os rinocerontes a nova onda?

161130_rino.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:17


Mais sobre mim

foto do autor


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D