Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



tattoo

por sapoprincipe, em 05.07.17

170705_ticcia_exlibris.png

by Claudio Luiz

para "tatuar os livros" - segundo ideia da própria.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:14

julho

por sapoprincipe, em 01.07.17

170701_julho.png

Conjunto Popular - rua Silva Jardim - JF/MG.

Julho - suposto mês de férias (por sinal, na infância, passei algumas em Juiz de Fora, na casa de minha madrinha)
"Hoje é o Primeiro Dia do Resto de Nosso" Ano.
Quanto tempo leva para comerçarmos a ver as primeiras propagandas de natal e nos assustarmos que a encruzilhada de 2018 chegou?

Patrocinado por Helô Banana Etc e Vera Guimarães
Amizade é tudo.
No feissy rolou uma questão com definição de amigo.
Acho que posso citar Vera e Helô como exemplo de.
Especial.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:04

carimbadas

por sapoprincipe, em 27.06.17

170627_by peter colstee.jpg

by Peter Colstee

Winterslaap - 2004

para Elir Ferrari

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:41

carimbadas

por sapoprincipe, em 12.04.17

170412_suculenta1.jpg

170412_suculenta2.jpg

via Pottery Barn

Para Beth S

Com carinho :*

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:38

d'après...

por sapoprincipe, em 09.03.17

A Tassia postou no feissy uma imagem com estas 3 frases manuscritas.
Para uma "brincadeira" e "exercício" decidi refazê-las.
Depois de uma dezena de soluções, selecionei duas e enviei para duas amigas inteligentes e cultas emitirem opiniões. Com as críticas, refiz o trabalho e já tinha uma nova dezena de soluções que não me satisfaziam. Continuei a busca por mais fontes e quase chegava à dezena de novo, quando decidi selecionar duas e finalizar o trabalho. Nova avaliação e a escolhida...
Para você, Tassia.

170309_tassia1.png

A proposta inicial era esta, ou quase. O sorriso era óbvio. Abraços longos seriam uma fonte que permitisse uma frase longa, bold - porque acho que abraços longos, só em pessoas que amamos e, aí, são envolventes e aconchegantes. Como a fonte escolhida não era tão expandida, incluí o ícone do "abraçinho" para compor. Queria fazer simétrico/espelhado o sorriso e o olhar para compor a "mancha" no papel, contudo, como os smiles já viraram ícones e são muito usados, o arco convexo é automaticamente associado a "triste", embora o desenho da linha também possa ser o da sobrancelha ou da parte superior do olho. Com a crítica, tive que desistir da ideia  :c(
Mantive a fonte "baixinha" para o "olhar" porque acho que olhares sinceros são olhos nos olhos e na maioria das vezes, nestes casos, tende-se a dar uma fechadinha nos olhos. Vocês não? Eu, sempre.
Sorrisos bobos - mesmo com a linha fazendo a ligação direta, escolhi uma fonte "bobinha" e "engraçada".
Apesar de não ter abusado muito, depois de ver este vídeo da Paula Scher vi que quero mesmo fugir da "certinha" Helvética. Com o respaldo dela, vou avançar. rs
Uma das versões não aprovada.

170309_tassia2.png

NB - As amigas inteligentes e cultas são a Mônica V e a Mari Aldrigui.
Então, reclamações são com elas. rs

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:24

domingueiras

por sapoprincipe, em 12.02.17

170212_by_Greg Vaughan_1.png

Broderick

170212_by_Greg Vaughan_2.png

Malik Lindo

170212_by_Greg Vaughan_3.png

Kimi Halili

170212_by_Greg Vaughan_4.jpg

Vitor Melo

170212_by_Greg Vaughan_5.png

Conor Fay

by Greg Vaughan

Sempre que vou escolher uma imagem em que o modelo é negro lembro da Vanessa Rodrigues. Não me perguntem por quê. Como essa semana foi aniversário dela, o "Broderick" fica de ômenagne. ;c)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:13

Faaaaaala, Mangueira!

por sapoprincipe, em 17.01.17

Quando da postagem sobre a série Gilmore Girls, comentei da cozinha da Sookie e que eu gostaria, também, de fazer uma decoração em verde-amarelo. Ao que uma amiga (Oi, Terla) disse que iria me indicar a uma destas pessoas "politizadas" com o nacionalismo exacerbado. Como assim? Por que só eles poderiam gostar?
Estas combinações icônicas - verde/amarelo, vermelho/preto, verde/rosa -sempre geram apreensões, pois sempre se imagina a versão conhecida.
O verde/amarelo não precisa cair no verde bandeira e no amarelo ouro, tem variações aí para tirar o ar de bandeira. Veja a cozinha da Sookie [se alguém encontrar uma boa imagem, me envia, sff. Eu tentei, mas titio google não me ajudou nessa.].
Uma mulher vestindo um pretinho básico com uma rosa vermelha na mão não será Flamengo.
E o verde/rosa pode não cair no samba.
Há tempos, uma amiga me chamou pra fazer a decoração da sua sala. Algumas questões se colocavam - o ambiente precisava ser fresco, luminoso e aconchegante.
Com as peças que ela trazia do outro apartamento, o aconchegante ficava contemplado - neste item a cor clara não ajuda muito mas, como os móveis eram de madeira escura, contrabalançavam.
A cor clara resolvia o luminoso e, sendo uma cidade tropical, a opção pelo verde - cor fria - encaminhava o fresco.
Como ela havia passado por um problema sério de saúde recentemente, embora esta não seja a minha linha de trabalho, o verde ainda tinha a opção de escolha por ser uma cor curativa na cromoterapia. Assim, a opção pelo verde ficou definida e eu decidi compor com o rosa (caí na armadilha de que rosa é cor de mulher).
Um dia, a irmã dela me encontrou e questionou:
- Você irá mesmo usar verde e rosa?
- Sim, vamos usar verde e rosa, confirmei.
- Ai, que horror, vai ser Mangueira.
Conhecendo minha amiga e cliente, dei corda, pois sabia que ela não havia contado os detalhes.
E assim foi feito. Pintamos as paredes de um verde água clarinho e compomos com uma faixa de papel no roda-teto com uma estampa floral (mais uma vez o feminino?) em tons de rosa claro e salmão e folhas em tons de verde. Mandamos estofar a poltrona com um tecido rosa seco / bois de rose e o tecido do sofá de uma estampa com rosa também, complementado com almofadas do rosa da poltrona.
A poltrona tem um adendo ótimo, acho eu. Ela a encontrou jogada na rua. E decidimos aproveitar, claro, visto que era uma peça em ótimo estado e original dos anos 50.
Mais um detalhe, ela tinha uma mesinha com base de ferro e tampo de vidro. Como o espaço da sala não era grande e não caberia mesinhas dos dois lado do sofá, coloquei a mesinha na varanda mas, junto ao sofá. Para criar a ilusão de que a mesa dava apoio ao sofá, fazendo a sala parecer um pouco maior.
Assim, acho que consegui fazer uma sala verde/rosa sem que ficasse parecendo a Mangueira.
Inclusive, a irmã achou que ficou bom. ;c)

170117_sala_f_a.png170117_sala_f_b.png

170117_sala_f_c.png

NB – Se não me engano, não comentei com ela que um dos motivos
da escolha do verde era a saúde - criar um ambiente saudável e restaurador.
Descobrirá ao ler o post. Lógico que o restabelecimento dela se deve
à boa equipe de médicos que a atendeu. Se o verde contribuiu, não sei.
Mas atrapalhar, não atrapalhou, com certeza.

NB2 - o verde era claro, apesar da distorção da primeira foto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:36

carimbada

por sapoprincipe, em 27.12.16

161227_by_Jean_Pierre_Augier.jpg

by Jean Pierre Augier

para Beth S.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:00

carimbada

por sapoprincipe, em 14.12.16

161214_by caras ionut_1.jpg

161214_by caras ionut_2.jpg

161214_by caras ionut_3.jpg

by Caras Ionut

Mônica - Vera - Renata
desolação - esperança

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:50

morar menos

por sapoprincipe, em 30.11.16

Semana passada foi o dia de ir ao "morar mais por menos" que, como o casa cor, quase perco, pois já eram os últimos dias.

Há tempos tenho a sensação que é um espaço para os que não conseguem entrar no casa cor. Pena. Com uma boa curadoria o evento poderia ser bem mais atrativo.
Lógico que a badalação sobre alguns espaços e acabamentos só se justificam pelo inusitado. Criatividade é sempre bom. Mas daí a achar que é por menos... me lembro da parede com forração com filtros de café e com páginas de dicionários. A segunda opção me pareceu bem mais interessante, mas só sairá mais barato se for vc mesmo a fazer, pq contratar um profissional não sairá baratinho. É um trabalho lento e chato de ser feito (para ficar bem feito - claro). Vc em casa com ajuda de algum amigo... baratinho.
Este ano teve os móveis e a cabeceira da cama em papelão - no espaço do De Sender (que participa tb do casa cor todo ano). Idéia aproveitável? Para um casal jovel como era proposto, pode ser. Para um quarto de adolescente, melhor aí. Mas a cabeceria só ficará legal com um belo desenho de linhas e com um decente corte a laser (baratinho?). Alguém muito habilidoso poderá fazer um bom corte? sim. Ficará ótimo na república de um estudante de artes ou design. rs

Como já ouvi numa palestra de um participante da mostra que ele não liga para o conceito e que faz tudo do jeito que ele quer, o evento deste ano deixa claro que ele não é o único.
Como profissional da área gosto de ir sempre, este ano pra mim valeu muito a pena, não pela mostra em si, mas pelas palestras sobre construções com madeira que achei sensacionais. Acho inclusive que seria uma arquitetura que teria mais a ver com o pais, no lugar desses caixotinhos espelhados espalhados pela cidade.
Lá, como no casa cor, tinha um rinoceronte para me lembrar da Fal. Nesta questão de postagens antenadas com o mundo, lembro sempre do "Duas Fridas". Não foram o estopim, mas antes de virar modinha elas já estavam lá com o blog. E Frida decididamente virou pop. Depois, Helê começou com suas postagens de imagens de corações com desenhos naturalistas quando a febre começava a subir. Tatuagens, grafites, t'shirt e até peça de decoração como a exposta no casa cor (sem contar que até eu me rendi com o - D'aprés Helê ;c).
Agora, serão os rinocerontes a nova onda?

161130_rino.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:17


Mais sobre mim

foto do autor


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2005
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D