Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



bobinha

por sapoprincipe, em 16.09.21

Quando reforço a falta de peso e qualidade das séries que tenho escolhido assistir é só pra contrabalançar com as séries e filmes cabeça que meus amigos intelectuais costumam assistir e comentar. Contudo, não é por elas serem "bobinhas" que não podem lhe puxar o tapete ou cutucar uma ferida numa cena ou outra.
Não acho que comprometa, mas se você é daqueles que qualquer spoiler estraga assistir, pare aqui.

210916_Gaya Sa Pelikula.png

Ian Pangilinan - Paolo Pangilinann

Na série - Gaya Sa Pelikula (como nos filmes) - numa conversa dos dois personagens principais sobre a vida, deixa bem claro por que eles são como são. Falando sobre a infância o rebelde Vlad (Ian Pangilinan), estudante de cinema, conta que nasceu para salvar o casamento dos pais. O que o faz se sentir fracassado, por conta de na sua festa de aniversário de 7 anos o pai ter feito as malas e saído de casa. Já Karl (Paolo Pangilinan), o pouco enturmado (tímido?) estudante de arquitetura, de 19 anos, que está passando por uma crise de identidade, expõe o peso que é ter nascido para substituir o irmão que morreu. Recebendo o mesmo nome, inclusive. Mais não conto, senão será spoiler demais. rs
Lógico que ri quando o personagem foi apresentado como estudante de arquitetura. [Até tenho uma teoria - quando querem um personagem charmoso, culto, sofisticado, de bom gosto, com ar blasé ele é arquiteto. Se for endinheirado, sedutor, enturmado, comedor, é publicitário. eheheheh (ai, os esteriótipos e as caixinhas)]
A fala sobre a infância, puxou meu tapete. Não nasci para substituir, até por que minha mãe não queria mais filhos, mas nasci depois de um irmão que morreu logo depois de nascer. Não herdei o nome, mas herdei a madrinha.
O fato de minha mãe não querer ter mais filho, também pesou. Embora hoje possa entender muito bem, lógico que minha leitura infantil foi outra. Minha mãe não queria ter mais filhos por que os dois partos anteriores dela foram muito complicados. Teve que fazer cesária (o que não era tão corriqueiro naquela época, que a maioria das crianças nasciam em casa), pois éramos bebês muito grandes. 4kg e tanto, acho que meu irmão mais velho nasceu com 5.300. Pesadinho. Ela quis fazer laqueadura, mas numa posição machista e desrespeitosa e comum até hoje, o médico não concordou.
Então, atenção. As séries podem ser bobinhas, mas você pode não sair ileso. rs

PS - este post está aqui por que a Fal mandou.

publicado às 19:19

reflexo

por sapoprincipe, em 14.09.21

Por um momento deixei as séries de adolescente de lado e fui assistir uma produção mais de peso.
Aproveitei a dica da minha amiga Iara e assisti For Life.
Gosto de filmes/séries de tribunal. Acho que o gosto começou com uma sessão da tarde de "Testemunha de Acusação" (Dietrich maravilhosa).
Gostei bastante da série (Nicholas Pinnock está muito bem). Só lamentei não terem fechado na primeira temporada. Mais uma, pra fechar a história, seria bom, mais que isso acho que vai ter enrolação. O mote dá pra gerar 300 outras séries, sem ser a mesma coisa. Criatividade. Autores não faltam.
Nem vim falar disso. Minha questão aqui é a atriz.
Comecei a assistir e achei a Safiya - diretora do presídio - parecida com alguém. Nem era por conta de lembrar dela em GoT. O que não faz uma maquiagem e um figurino de época, né?
Demorou um pouquinho, mas cheguei lá.
Então, se Hollywood decidir, rápido, filmar a história de Marielle, espero que tenham bom senso de convidar uma atriz brasileira para interpretá-la, mas para a Mônica Benício podem chamar a Indira Varma. Concordam?

210914_varma-mo.png

publicado às 18:00

domingueiras

por sapoprincipe, em 12.09.21

210912_george dureau.jpg

photo by George Dureau / modelo Jeffrey Cook

Acho que estou como o modelo, me contorcendo.
Hoje tenho apresentação de um trabalho de conclusão de curso. É um curso livre e estou aqui ansioso como se valesse nota. Traumas escolares? Nem deveria, pois sempre tive notas boas. Só tive duas notas vermelhas em toda vida escolar e, nos dois casos, foi assim com a turma toda, com uma ou duas exceções que ficaram no 5. Mas, testes, provas não são pra mim, sempre acho que serão desastres.

Tags:

publicado às 15:00

fuga

por sapoprincipe, em 09.09.21

210909_Gaya-sa-Pelikula.jpg

Entre a tensão do trabalho com a obra que ainda não entrou no ritmo necessário pra cumprir o prazo e o momento nefasto do país, fujo para o mundo dos adolescentes assistindo séries juvenis que não me exigem pensar.
Sempre achei estranho a movimentação nas redes sociais com os programas da tv aberta quando as pessoas assinam vários serviços de streaming e tv paga, mas o que estou fazendo agora? Minha lista na netflix não para de crescer, mas tenho assistido séries asiáticas no youtube. rs
Depois das coreanas e chinesas, caí nas filipinas e tailandesas.
Como no outro post, repito - com bons atores, uma boa direção e uma produção, seriam ótimas. Não falta enredo, mesmo que não sejam o suprassumo das novidades.
Quero destacar duas que gostei, justamente por achar que teve uma produção melhor e os atores são razoáveis. Excelentes, se comparados com os outros.
O enredo só tem clichês, mas é o que estou buscando. Que eu saiba o que irá acontecer sem precisar ler sobre o enredo e não me faça pensar e caso me distraia com alguma coisa, possa continuar assistindo sem precisar voltar as cenas.
Gostei bem dos atores da websérie filipina Gaya Sa Pelikula (como nos filmes). Embora não seja defensor da política de que pra fazer personagem trans tem que ser trans e fazer gay tem que ser gay, achei legal que os atores tenham sido escolhido, também, pelo seu engajamento na causa. O que estragou tudo foram as acusações, inclusive por um dos atores principais, de assédio do roterista/diretor da série. Tanto que a segunda temporada está em discussão se irá acontecer. Pelo que li, negociações de entrar no catálogo da netflix estão sendo feitas.
A outra série, também, filipina que gostei foi Gameboys. Embora não seja novidade, gostei da dinâmica de conversas por aplicativos e chamadas de vídeos entre os personagens, já que o desenrolar da história se passa no período da pandemia.
Fiquei surpreso de serem filipinas, já que sou do tempo de ouvir as Filipinas serem muito citadas por conta dos sapatos da Imelda. rs
Vocês estão conseguindo assistir séries densas ou estão apelando como eu?

210909_Gameboys.jpg

publicado às 16:16

domingueiras

por sapoprincipe, em 05.09.21

210905_nicolai-kornum.jpg

photo by Nicolai Kornum
modelo Daniel Shoneye

Tinha visto uma imagem que pensei em postar. Como não achei o autor, desisti.
Esta, acabei achando o autor e postei a versão cortado que achei primeiro pra ser mais comportado.
Lembrei de uma amiga que gosta da Mangueira (a Escola de Samba. O trocadilho é por sua conta. Não pensei no trocadilho, embora tenha achado o sobrenome do fotógrafo, para os tempos que correm, meio...)

Tags:

publicado às 19:00

mês

por sapoprincipe, em 01.09.21

210901_post_set.png

Calendário da Avoar Livros - Pirenópolis/GO
Presente da minha amiga Vera Guimarães

Setembro. Vai florir?

Tags:

publicado às 16:00

domingueiras

por sapoprincipe, em 29.08.21

210829_thom foxx__Mu-teh-lim1.jpg210829_thom foxx__Mu-teh-lim2.jpg

210829_thom foxx__Mu-teh-lim3.png210829_thom foxx__Mu-teh-lim4.png

photo by Thom Foxx - modelo Mu-teh-lim

Por acaso a foto deste modelo passou pela minha TL. Acabei por abrir o insta dele e do fotógrafo.
Ele, um garoto do Recife, que ficava num semáforo distribuindo folhetos acabou chamando a atenção.
Há tempos não acompanho o mundo fashion. Antigamente, sempre tinha uma revista ou outra passando pelas minhas mãos. Já desenhei modelos para a confecção de uma amiga, já criei figurino para um balé, mas agora mal sei das tendências. Pela versatilidade da imagem - vai desde um garotão marrento a uma versão feminina, facilmente. Pareceu-me que o garoto tem futuro. Tomara tenha bastante estrutura pra aguentar o tranco, saber cair de pé nas puxadas de tapete e conseguir destaque no mundinho fashion que deseja.

Tags:

publicado às 18:00

domingueiras

por sapoprincipe, em 22.08.21

210822_stephan-james_02.jpeg210822_stephan-james_01.jpg

modelo Stephan James

As fotos não são de agora. Achei mexendo numas pastas aqui. Ele já tem mais tatuagens nas pernas.
Só decidi postar por conta da Frida saindo ali da meia, mas tem um Oscar Wilde ali na mão.

Tags:

publicado às 21:00

domingueiras

por sapoprincipe, em 15.08.21

210815_Joseph_Christian_Leyendecker.jpg

by Joseph Christian Leyendecker

Remando contra a maré. Ou, melhor dizendo, tentando.

Tags:

publicado às 18:17

bloco de notas

por sapoprincipe, em 10.08.21

Por que estou bebendo uma caipirinha?
Porque eu mereço.
Se vocês soubessem o que fiz hoje, diriam: merece várias. rs

NB - voltando pra casa passei no mercado pra comprar limão, pensando na caipirinha. Passei pela banca de kiwis e... vou levar. Peguei e estava meio mole. Como tinha uns outros do lado, mas achei meio duro demais. Olhei a plaquinha em cima - verdes. É, melhor levar os outros que estão maduros, pois faço direto a caipirinha. Chego em casa e me dou conta, que os verdes eram verdes e os que trouxe não estavam separados por estarem maduros e sim porque são amarelos. eheheheh
Primeira vez que como dos amarelos.

210810_kiwi.jpg

Imagem meramente ilustrativa - via google

NB 2 - Depois de um dia exaustivo e que nem consegui os resultados que gostaria (culpa do momento pandêmico mal gerido, por falta de comando decente no país, e do mercado) escrevi esse post no feissy.
Automaticamente me lembrei da frase lapidar da Fal - "nós voluntariamente entregamos nosso blog pro deus facebook". Isso foi numa live da Fiftinah, com Fal, Frida Helê e Júlia (também conhecida como Mary W), que comentavam os blogs. Live maravilhosa. E se você não segue a Tina - discussão sobre etarismo, feminismo e um mundo melhor - corra lá.
Então tive que trazer pra cá, pra sentir mais meu.
Pode ser que no futuro nem lembre mais o que foi que motivou, mas saberei que houve esse dia.

Tags:

publicado às 12:00


Mais sobre mim

foto do autor


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2005
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D