Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




tacones lejanos

por sapoprincipe, em 11.01.10

Minha amiga Carla San, linda e não loira, adoro desfilar por aí sua beleza em cima de um salto alto (e olha que nem precisava, pois o que não falta ali são longas pernas. A mulher é alta) e veio reclamar, logo comigo, das calçadas de pedras portuguesas. Aprovando a proposta (louca) de substituírem as pedras.

Tentei explicar, mas não sei se ela se convenceu. Voltemos, então, ao assunto.

Político querendo substituir um material que é possível reaproveitar por outro que a qualquer obrinha precisará nova compra... não, não posso pensar isto, pois eles não me derem nenhum motivo para duvidar da honestidade deles.

As calçadas do Rio estão no estado em que estão por falta de vergonha.

E treinamento de mão de obra. Aqui eles acham que qualquer um que tenha “jeitinho” pode fazer obra. Colocar pedra portuguesa, então, é a coisa mais fácil... para depois termos calçadas neste estado.

Com mestres calceteiros (nome feio, eu sei) tenho certeza que ela poderia andar por aí sem reclamar das pedras ou se preocupar com os saltos.

Carla, diga-me se vc não conseguiria caminhar bem neste calçadão de Lagos - Portugal?

 

Ou este de Vila do Conde.

 

 

NB – recebi estas fotos de um amigo e vieram sem identificação de autoria. Pena, porque as fotos são lindas. As calçadas, então, nem se diga.A foto do Rio, claro, fui eu que tirei.

Se alguém souber o autor, avise, sff.

publicado às 09:09


Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2005
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D