Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




pingos nos is

por sapoprincipe, em 24.09.10

Aliado às muitas tarefas, há uma desorganização (que não era minha característica) para tumultuar tudo mais ainda.

Hoje, a pilha de tarefas nem é pequena, mas decidi chutar o pau da barraca e escrever este post que ronda a minha cabeça há dias.

Uma amiga perguntou-me sobre a série arq-tipografia. O porquê? As escolhas? Achei que seria bom falar aqui também.

Letra / fonte é uma coisa que me fascina. Há tempos, quando vi o nome do edifício Monte Pascoal na fachada, achei interessante a fonte manuscrita e a composição com as palmeiras. E passei a prestar atenção do uso da tipografia na arquitetura. Sempre que passo por lá parece soprar uma brisa.

Detalhes me atraem.

Tempos passaram, e quando pensei em começar a série no blog, não podia ser outra escolha a primeira.

Fiz outras fotos e, com olhar focado, outros detalhes começaram a sobressair. O material usado – latão, cobre, ferro, pintura, etc. –; baixo e alto relevo; o enquadramento na fachada; cores; a interferência da própria sombra da fonte na composição (que na maioria das vezes não acredito ser intencional). Com isto a série ganhou algumas variáveis.

Aceitando a sugestão dela, vou tentar pontuar o que me chamou a atenção ou definiu a escolha das imagens.

 

publicado às 14:14


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Elir a 28.09.2010 às 00:40

Houve uma época que eu também observava os nomes dos edifícios e a fonte/letra utilizada... depois, acabei por despertar a curiosidade propriamente sobre a escolha dos nomes. Estudos mostram que em certas áreas predominam certos tipos de nomes (como nomes de compositores, ou nomes ecológicos). Os valores costumam acompanhar o status, como em certos bairros há predominância de nomes em francês, já em outros, em inglês. Está aí um bom trabalho para estudos semióticos... será que a escolha da fonte/letra tem relação com os nomes dos prédios, numa relação de valores?
Imagem de perfil

De sapoprincipe a 28.09.2010 às 16:31

Elir, estudos semióticos são pra vc.
Tem variáveis nesta questão. Acho que quando o projeto é bem elaborado tem tudo a ver. Outros pode ser mera estratégica de marketing. Ontem mesmo comentava com um amigo sobre um certo construtor do Rio que todos seus edifícios tinham nome de conde.
Tem, também, a questão de alguns edifícios que as pessoas conhecem pelo nome, não pela numeração. E isto foi bem comum na metade do século passado, mas se mantêm até hoje em alguns casos - como, por exemplo, o edifício Avenida Central do largo da Carioca.
Sem imagem de perfil

De Elir Ferrari a 01.10.2010 às 13:37

E tem o Edifício 200, na Praia do Flamengo, com boa fama, e o de Copacabana... Eu mesmo morei num prédio de nome Solemar, mas que era conhecido em todo o bairro como o prédio dos marinheiros, porque no passado pertenceu à Marinha. Mas essa é uma outra história.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2005
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D