Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



no lugar

por sapoprincipe, em 27.10.20

Não sei se foi pelo excesso de Kondo, só sei que a série "the home edit - a arte de organizar " não teve eco nas minhas redes. Nem mesmo Fernanda e Iara, que são as que mais comentam sobre interiores, fizeram o menor comentário.
Eu mesmo abri pensando em dar uma olhadinha apenas. Assisti ao primeiro episódio achando a "nossa" Micaela melhor. Já não sei o que me chamou a atenção para assistir o episódio seguinte e daí fui até o final. O formato do programa é sempre a arrumação na casa de um famoso/celebridade e de um desconhecido classe média fã do programa.
Clea e Joanna acabam por serem simpáticas, pelo jeito já trabalharam para várias celebridades e são bastante inclusivas.
O programa não acrescenta novidades. Que num resuminho fica sendo - setorizar e padronizar.
Separar o que se quer arrumar, avaliar a melhor forma e determinar o quê fica a onde é a primeira coisa. Depois, se puder padronizar - sejam cabides, caixas, potes - facilita e agrada. Se puder padronizar as caixas de acordo com as medidas do espaço que se tem, consegue melhor aproveitamento. Sendo tudo padronizado, fica menos informação e com isso mais agradável aos olhos - para uma grande maioria das pessoas (há quem prefira o caos).
Ah, não armazenar mais coisas que o espaço comporta é importante.
Se tivesse acesso (e clientes que pagassem por) aqueles potes, cestos, divisórias e suportes de acrílicos que elas usam, também, faria milagres.
Por aqui não vejo tantas variedades assim - sem contar o preço -, e se for no Rio de Janeiro... melhor buscar em São Paulo. rs

201027_the-home-edit.png

NB - Se não foram elas que propuseram, provavelmente
foram uma das maiores divulgadoras de arrumação de estantes de livro por cor.
Em defesa delas devo dizer que elas propõem para tudo arrumação em arco íris.
E no programa elas propõem esta arrumação dos livros por cores para estantes infantis.
Crianças no período pré-alfabetização. O que torna muito mais razoável a proposta.
Afinal, será mais fácil para a criança pegar um livro de capa azul com um coelhinho na capa
do que exigir que ela ache o livro As fábulas de Esopo ou La Fontaine.

publicado às 15:00

domingueiras

por sapoprincipe, em 09.08.20

Uma questão: vocês recebem o neuscoisa da Luciana? As garrafinhas da Lu.
Não? Então perderam a melhor descrição das lives da TT. Seria o que eu teria dito se soubesse escrever. Está lá tudo. Eu continuo achando que é um botequim, dos melhores. É, pode ser uma festinha em casa de amigos, também, como ela diz.

Bem sei que mininU mark adora dinheiro (não duvido que ele queira ser mais rico que o mais rico) e influenciar nas eleições pelo mundo, mas em algum momento a rede irá ruir (já deram uma puxada na união europeia e no congresso do estados unidos, não?) e as neusletters irão assumir lugares impçortantes. Até porque não sabemos até quando emitir opiniões em público não passará a ser um grande problema. As artuculações serão nos bastidores. Sim, hoje estou mais desgostoso de tudo.

Além do newscoisa assino a do Drops da Fal, do Duas Frias e do Trabalho Sujo.

No Drops e no Sujo dá pra ser apoiador.

publicado às 12:22

prova

por sapoprincipe, em 05.08.20

"tente passar
pelo que estou passando."
tente entender
em que ano estamos.

publicado às 09:30

domingueiras

por sapoprincipe, em 28.06.20

200628_by_Shusaku Takaoka.png

by Shusaku Takaoka

Acho que Vera Guimãres e Frida Helê irão aprovar a colagem.

publicado às 09:00

domingueiras

por sapoprincipe, em 01.03.20

200301_by_paolo domeniconi.jpg

by Paolo Domeniconi

Mágico. Onírico. Mas, lembrei-me mesmo na minha amiga Mônica V.

publicado às 20:01

quem vai...

por sapoprincipe, em 29.01.20

Minha amiga Fernanda não pode ver foto de espaços com muitas peças e elementos que logo pergunta: quem vai limpar isso?
Muito simples. Não há de se ter dúvidas. Em mansões e casas enormes que saem em revistas de decoração a empregada (o), claro. Em apartamentos mais modestos, tem o interesse do próprio morador pelas peças. E quem gosta, muitas vezes nem admite que outro limpe (Oi, Denise).
Contudo, quando estou fazendo algum projeto, para esse público classe média - média, não deixo de lembrar que é melhor evitar os pisos brancos - principalmente nas cozinhas e banheiros - por mais que na foto da revista esteja maravilhoso - quem vai limpar isso?
Hoje, passei em frente a uma escola aqui perto de casa e reparei nas obras. Que fique claro - a obra não é minha.
Como de praxe, estão aproveitando as férias escolares para fazer manutenção. E uma das obras foi retirar a chapa fixada atrás da grade e pintá-la de branco (já tinha ficado mais leve). Mas, teve um acréscimo. Colocaram um painel de vidro atrás da grade.
Que o painel de vidro tornou a vista da escola melhor do que a chapa, sem sombra de dúvida. Agora, se pode ver o jardim e o prédio - um casarão antigo - e os alunos que estiverem no jardim poderão ver o movimento da rua. Inclusive quando papai, mamãe ou o motorista chegar pra buscá-los, melhorando o transtorno que é o horário de saída, assim espero.
Como colocaram o painel de vidro bem junto à grade, não pude deixar de incorporar a Fernanda e perguntar: quem é que vai limpar isso? rs

200129_vidro1.jpg

200129_vidro2.jpg

NB - o reflexo no vidro meio que estraga a vista do casarão.

publicado às 20:02

abc 2019

por sapoprincipe, em 29.12.19

Como Guardião das Tradições Recentes está aqui meu post do ABC - 2019.
Como vocês sabem a ideia foi da Frida Helê, a Geide quis fazer e me desafiou, isso lá atrás, agora eu faço de metido mesmo. rs
Não tenho dúvida que a imagem de 2019 é de um ano terrível. Contudo, por conta de amigos maravilhosos, consegui pontuá-lo com momentos maravilhosos.

•   A - À Nordeste - Exposição Sesc São Paulo. Aneis.

•   B - Brasília - Banho de ervas (by Cláudia Letti) - Bordalo Pinheiro.

•   C - Casal Elir - Mauro e a reforma do apartamento que agradou aos clientes e mais alguéns.

•   D - Design têxtil - Exposição Consulado de Angola.

•   E - Ex libris - presente de casamento.

•   F - Felicidades - pequenos momentos de prazer e deslumbre.

•   G - Gamboa - de Portas Abertas. Gulbenkian [jardins e museu].

•   H - História Lisbon Story Centre - Gostei da visita.

•   I - Iluminação - um dos acertos dos projetos.

•   J - Jantares especiais, com os amigos alfacinhas, tripeiros, "maiatos", mineiros, paulistas, "candangos".

•   K - Knowles - arquiteto britânico James Thomas Knowles, autor do projeto do maravilhoso Palácio de Monserrate (que na realidade era uma casinha de veraneio - rs). Adorei conhecer. Adorei os detalhes de acabamento.

•   L - Lisboa - Mana.

•   M - Madri - Lara. Manteigaria - 2 pasteis, sff.

•   N - Notas das viagens.

•   O - Olaias - estação do metro Lisboa.

•   P - Prado - o museu - Pai (uma perda) - Porto (a alegria de um retorno).

•   Q - Quinta da Regaleira.

•   R - Rodrigo Faour - Palestras sobre a Música Brasileira, que a Helô me levou.

•   S - São João del Rey - Serralves - São Paulo.

•   T - Toledo - Thyssen - Bornemisza - museu, foi o museu que mais gostei em Madrid. Não que eu os ache bonzinhos, mas deu pra pensar na diferença com a elite brasileira. - Tia Mari Tours & Travels (além dos tours por São Paulo, tenho que agradecer pela ajuda nas compras das passagens. Indico muito rs).

•   U - Urano em touro.

•   V - Viagens é sempre bom. Rever os amigos é melhor. O voo, desta vez, não foi perdido - mas teve encontro com a Thamires Veras de novo.

•   W - We ship - até queria, mas os correios... [vou colocar a foto só pra provar que não é batota - rs]

•   X - xiiiiii - só agora na hora da postagem me dei conta que pulei o x.

•   Y - Yellow - o vestido dela é amarelo igual o meu. Representatividade - algo importante. A história me chamou a atenção.

•   Z - Zerei? Este ano falhou de novo.

191229_abc01_lisboa.jpg191229_abc02_porto.png

191229_abc03_madrid.jpg191229_abc04_pasteis.jpg191229_abc05_we.jpg

publicado às 16:00

arq-tipografia

por sapoprincipe, em 30.01.19

190130_arqtipografia_01.jpg

190130_arqtipografia_02.jpg

190130_arqtipografia_03.jpg

190130_arqtipografia_04.jpg

by Telina
Tijuca - Rio de Janeiro

Tempos sem postar arq-tipografias, mas não posso deixar de celebrar o auxílio luxoso e carinho de Telinha Cavalcanti.

publicado às 12:10

desapego

por sapoprincipe, em 15.01.19

Para não perder o timing (como bem salienta minha amiga Frida Helê), um post curtinho sobre o assunto do momento - Marie Kondo.
Todo mundo. Inclusive, Denise Arcoverde dizendo que não abre mão das coisas dela. O que faz muito bem.

denise_arcoverde_190115.jpg

Foto roubada sem aviso. Ops, não brigue, Denise.

Do programa me fica alguns pontos.
Se Netflix e GNT não se derem conta que têm aí um filão... burros.
Entre a Kondo e a - nossa - Micaela Santa Ajuda, só mais a Micaela.
Isto da Kondo querer fazer parecer uma terapia (embora a arrumação das coisas e da casa possa mesmo ajudar num reequilíbrio, não duvido) e algo maior, me cansa um pouco.
Já a Micaela, poderia começar a mostrar que memo as soluções sendo repetidas - roupas dobradas e empilhadas de determinada forma, cabides iguais, caixinhas - o que tem de diferente, ou qual das soluções foi privilegiadas por conta da característica da pessoa.
Uma das implicações que eu tenho com a Micaela é ela fazer decoração (defendendo meu galinheiro) e o que mais me incomodou na Kondo foi ela não ter usando desse expediente.
Não vou lá conferir o nome da mulher (mas, na conversa que tive a pouco com a Lu e a Babi fui lembrando que é o episódio 2), a senhora adora natal e faz coleção de enfeites, inclusive uns maravilhosos do quebra-nozes. Qual foi a solução? guardar em caixa. Sem contar as inúmeras miniaturas de um tipo de boneca  japonesa que ela descobriu que tinha quando foi arrumar a garagem. Com a parede - enorme - e vazia que ela tinha na sala, qualquer solução que não passe por uma estante cobrindo a parede toda (ela realmente tem muitas coisas) para exposição das peças é falho. Ops, mas eu não acho justo a Micaela mexer com a decoração. Bem... só acho que ela deveria ser secundada por um profissional da área.
 
Quanto a minha opinião sobre a questão.
Arrumação - ter locais definidos para as coisas. Para quando precisar de algo não ficar horas procurando.
Acumulação - até o limite do seu espaço. Tem espaço pra guardar, guarde. Sabendo que ter menos coisas, ajuda bastante na faxina (oi, Fernanda), no manuseio, no achar na hora da procura... etc.
Peças decorativas e que gosta - exponha.
 
NB - Frida Helê tb contribui com a dica da playlist ótima e divertida para o dia da faxina. rs

publicado às 18:30

domingueiras

por sapoprincipe, em 13.01.19

190113_by_coderch-e- Malavia.jpg

190113_by_coderch-e- Malavia2.jpg

by Joan Coderch e Javier Malavia
The Swan Soul - escultura bronze

Dica do Louri

publicado às 13:01


Mais sobre mim

foto do autor


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2005
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D