Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



decor XVII

por sapoprincipe, em 22.02.18

"Entraram na sala de mãos dadas, dois selvagens nus numa selva de espelhos de moldura dourada e escrivaninhas Luís XV.
Pierson já estava instalado em seu lugar, no canto do aposento: uma vasta bergère de couro que parecia engoli-lo, tornando-o ainda mais magro e mais murcho do que já era. À sua direita estava a vitrola, com o sexteto de Brahms girando no prato. À sua esquerda, um aparador baixo de mogno, coberto de caixinhas laqueadas, estatuetas de jade e outros bibelôs dispendiosos. Era uma sala cheia de nomes e objetos inamovíveis, um encrave de idéias."

O Livro das Ilusões - Paul Auster

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:18

decor XVI

por sapoprincipe, em 19.01.16

"Olhou as paredes do seu apartamento, tudo tão limpo e tão organizado, pobremente óbvio: os livros em ordem alfabética por autor, a mesa lustrada, as duas cadeiras de antiquário, o sofá de couro marrom, a cozinha com suas latas de mantimento quase vazias, o fogãozinho de duas boas. Aquela era a sua vida, a sua experiência de vida. De fato, tinha agora certeza de que queria mais do que aquilo."

 

Sal
Leticia Wierzchowski

 

NB - não achei que o livro era esta coisa toda que eu havia lido na internet.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:00

Decor XV

por sapoprincipe, em 02.06.14

Atônita, Bishop via as mãos mágicas de Lota desenhando a planta do estúdio. A sala com uma janela de correr, o banheiro, a estufa, a cozinha, uma poltrona bem confortável. Bishop ficaria totalmente independente. Hum? O chão vai ser de tijolo de barro, fica ótimo. As paredes, caiadas. Quando olhar pela janela, vai ver o riacho passando e todas aquelas árvores. Que tal?

 

Flores Rara e Banalíssimas

A história de Lota de Macedo Soares e Elizabeth Bishop

Carmem L. Oliveira

pag. 38

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:05

Decor XIV

por sapoprincipe, em 19.03.14

O andar térreo contava com um vestíbulo de piso de cerâmica, uma sala espaçosa com lareira, uma cozinha cuja porta dos fundos dava para a horta de tomates e abóboras, uma despensa com estantes caiadas e um dormitório no qual se sentia o perfume das especiarias, legumes e hortaliças. No vestíbulo de piso de cerâmica se encontrava a escada, roída pelo caruncho e a tristeza das teias de aranha, que levava ao primeiro andar e ao sótão.

...

O primeiro andar contava com quatro dormitórios e um banheiro, distribuídos em um corredor com sacadas que davam para o jardim e por onde a luz invadia a casa por entre os ramos das madressilvas. Em um canto do dormitório maior, esquecido sobre uma estrutura de ferro, um jarro de louça com arabescos azuis. Os outros cômodos estavam vazios e se podia escutar o eco da respiração.

Em uma extremidade do corredor, a escada se estreitava na subida ao sótão. Os degraus se mostravam frágeis e rangiam conforme Clara avançava. No fim da escada, a luz inundava o lugar entrando por uma pequena janela em forma de lua cheia por onde se podia ver a solidão do mundo. Havia várias com cobertas por lençóis que cheiravam à lavanda apodrecida, uma cômoda de estilo francês em ruínas e, apoiada nela, uma espingarda de caça cuspindo pólvora.

[pág. 35]

 

A primeira coisa que adquiriu foi quatro candelabros de velas grossas para cada um dos cantos da sala. ...

 

Na cidade, completou o mobiliário da sala com sofás de cetim escarlate, quadros de odaliscas envolvidas em tule lilás, um tapete que mostrava uma caça à raposa e cortinas verdes de seda adamascada. A loja onde comprou esses objetos vendia móveis, artigos de decoração e adereços utilizados em representações de ópera, que já não interessavam aos teatros por estarem velhos ou fora de moda.

[pág. 36]

...

 

Quando já gastara todo o orçamento, Clara se enamorou pela cama onde Otelo matara Desdêmona. Tinha travessas de ferro negro cobertas por um dossel púrpura e era de tamanho colossal, não exatamente o ideal para ser montada e desmontada nos teatros. Por isso só fora usada em algumas representações. Tanto insistiu em levá-la custasse o que fosse, que o barítono a trocou por seus favores camponeses. Sobre um baú do armazém, aturdida por uma ária de Rigoletto, Clara Laguna conheceu seu segundo cliente.

[pág. 37]

 

A casa dos amores impossíveis

Cristina López Barrio

 

Tradução – Fal Azevedo

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:10

Decor XIII

por sapoprincipe, em 29.01.14

Em minha cozinha atual há vermelhos e cinzas que são pontos na tela. Há uma luz branca que abraça o ambiente inteiro e realça vidros e tecidos. Fica bom assim, tudo grande, amplo, acolhedor.

 

Forno

Rita Paschoalin

pág. 119

Contos do Poente

Luciana Nepomuceno - Rita Paschoalin

ilustrações Joana Faria

 

NB - em outro conto Rita fala de uma colcha, não deixa de entrar na decoração, mas na realidade ela está falando do tecido. Todavia, completamente cabível na questão. Embora eu discuta a neutralidade.

Conto feito a mão - pág 157 - "Bege não tem sustos".

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:15

Decor XII

por sapoprincipe, em 23.01.14

A casa, tão íntima, toda outra nos olhos dele.

 

Luciana Nepomuceno

pág. 18

Contos do Poente

Luciana Nepomuceno - Rita Paschoalin

ilustrações Joana Faria

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:11

Decor XI

por sapoprincipe, em 28.11.13

"O apartamento é um pouco mais sofisticado que a casa de praia. Paredes brancas, ornamentadas apenas por uma reprodução d'A  TENTAÇÃO DE SANTO ANTÔNIO, do pintor espanhol Salvador Dali. Poucos móveis: um tapete de estampa discreta no centro da sala, a televisão ao alto, acima de uma estante larga ocupada de livros (Balzac, Wilde, Machado de Assis, Gide, Guimarães Rosa, Fonseca, só para citar alguns autores). Ao lado do abajur, sobre uma mesinha, a secretária eletrônica e o telefone."

 

Jean Wyllys

Aflitos

pág. 103

 


NB - Estava em dúvida de qual texto publicar. Este além de fazer um contraponto ao outro, decidi publicá-lo também por conta da "secretária eletrônica" que me remeteu a um outro texto, que citei numa conversa deverás interessante, com dois amigos especiais, no final de semana.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:11

Decor X

por sapoprincipe, em 26.11.13

"Cena 2

(Interior de um quarto cujas paredes estão sem reboco. Júlia e Regina conversam sentadas na cama. O espaço abriga ainda uma mesa com três cadeiras, um filtro de cerâmica e uma pequena cômoda, sobre a qual estão espalhados batons, pentes e dois espelhos. Há também um quadro do Sagrado Coração de Maria pendurado ao lado da foto de Leonardo DiCaprio)."

 

Jean Wyllys

Aflitos

pág. 15

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:09

decor VIII

por sapoprincipe, em 12.09.13

“ Eu tinha 19 anos e minha mulher também, e nós tínhamos um apartamentinho que estávamos tentando montar como o lar de um típico casal americano de classe média. Estávamos imitando nossos pais, sem nos darmos ao trabalho de pensar na nossa vida com algum tipo de profundidade”


Elizabeth Gilbert

O último homem americano

pág. 79


NB - Erro clássico. Seja copiar a casa dos pais, do vizinho ou do amigo. Além do gosto, preferências e ritmo de vida, espaços diferentes exigem soluções diferentes. Sempre.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:00

decor VII

por sapoprincipe, em 24.05.12

A casa das meninas é incrível. Uma sala retangular, gigante, a biblioteca dos meus sonhos, um escritório sensacional, quartos enormes e arejados. O pé-direito é coisa de, sei lá eu, uns quatro metros, o teto da sala é todo de vigas. Todas as janelas são de duas folhas e vão até o chão, as portas tem ferrolhos, o chão é de lajota avermelhada, a cozinha tem fogão a lenha, a lareira é fantástica, os móveis, são sua cara, sólidos, madeira escura.

 

Azevedo, Fal

Sonhei que a neve fervia

ed. rocco - 2012

 

 

NB - espero a numeração esteja certa, pois só agora me dei conta que não coloquei uma tag no decoração na literatura.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:11


Mais sobre mim

foto do autor


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2005
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D